Art  | 28.03.2016 | Juliana Berwig

A força criativa de Fernanda Guedes
e-mail

comentarios

0
.

No meio da agitação da rotina de todos os dias, quantas vezes não tiramos alguns poucos segundos para imaginar com seria a vida daquela pessoa que acabamos de avistar ao atravessar a rua? Com esta ideia em mente, a ilustradora Fernanda Guedes teve uma ideia ousada no final de 2011: lançar um livro contando as interessantes histórias que gente que nunca conheceu. Para acompanhar cada uma das elaboradas biografias de “Amigos Imaginários”, um desenho marcante chamava a atenção do leitor, curioso para saber sobre homens e mulheres que sequer existem no mundo real – ou será que existiriam? Ao manter uma curiosidade genuína sobre a vida alheia, o trabalho sintetiza a forma de criação da artista, que encontra inspiração nas pequenas coisas do dia a dia: um penteado, uma estampa, uma fotografia...

Desde a infância – e influenciada por uma família que acreditava na arte como forma de expressão – a criadora utiliza seu talento para retratar as emoções humanas, sobretudo as femininas. Por conta disso, seus desenhos frequentemente vão parar nas capas de revistas influentes e com uma verve fashionista – entre Vogue, Elle e Marie Claire – além de campanhas publicitárias premiadas nos maiores festivais do planeta. Muito além do Brasil, seus trabalhos já foram expostos em países como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Espanha e Japão. Recentemente, Fernanda – que mora e atua em São Paulo – passou a dedicar-se à pintura de murais e à streetart, atividades que não pretende parar tão cedo, como revela nesta entrevista para a About Shoes.     Você se define com autodidata quando o assunto é desenho? Quando começou a se interessar por ilustrações e de onde vem este amor pela arte?
Desde muito pequena eu desenho. Na minha família, várias pessoas desenhavam: minha irmã mais velha, meus primos, meus tios... Sempre curti muito arte, ilustração, revista ou qualquer outra coisa que chegasse até as minhas mãos com imagens bonitas. Mais tarde, quando eu fui sentindo a necessidade de me informar mais, fui atrás dos grandes mestres da pintura para tentar entender sobre história da arte. Além disso, a partir do momento em que comecei a trabalhar com isto, percebi que cada trabalho trazia uma determinada pesquisa, que me levava a conhecer outras técnicas ou aprender sobre diferentes artistas.

Como é seu processo criativo? O que te inspira: uma fotografia, uma peça de roupa, uma pessoa que você vê na rua...
Qual o seu processo de partida no momento da criação?

Isso varia muito, pois enxergo uma diferença entre os trabalhos que me são encomendados e os que eu faço em meu tempo livre. No caso profissional, o processo é mais longo e vem acompanhado de várias demandas. No meu atelier não tenho acesso à internet, não pesquiso nada, tento ficar só com aquilo que eu acumulei na minha cabeça. Estou sempre criando, tudo que estou vendo me inspira: pode ser uma pessoa, um penteado, uma estampa, qualquer coisa. De alguma forma as coisas ficam na minha cabeça e, em algum momento, elas saem e viram outra coisa.

O universo feminino é uma constante em seus trabalhos. De que forma busca inspiração para retratar mulheres interessantes e com traços tão fortes?
Eu acho que principalmente em mim. Uma das maiores inspirações sou eu mesma e em todos os processos que fui passando até me transformar na pessoa que sou hoje. A minha vida está toda nos meus trabalhos, mas não posso negar que as mulheres são realmente a minha maior inspiração. 

O mundo da moda aposta cada vez mais no poder das ilustrações para criar ainda mais desejo em torno dos seus produtos. Como enxerga esta relação entre arte e consumo?
Eu acho ótimo, afinal para que ficar se restringindo? Hoje em dia são tantas as plataformas, tantas as maneiras de se fazer as coisas ao misturar foto, ilustração, pintura...

Recentemente você vem se dedicando a pintura de murais e a streetart. O que estas linguagens agregam ao seu estilo?
Mais simplicidade, basicamente. Na arte urbana eu aprendi a ampliar e ao mesmo tento simplificar o meu desenho para que ele possa ser entendido de longe. Esta experiência tem sido encantadora, renovadora, inspiradora e empoderadora, por mais que eu não goste dessa palavra. De repente você está andando na rua e tem um desenho seu pintado lá no alto, bem grandão... Aliás,  eu fico feliz toda vez que vejo meu trabalho em algum lugar. Para mim, é uma grande felicidade que eu possa estar trabalhando com isso até hoje.

Quem são seus ícones na arte e o que inspira você atualmente?
Atualmente, o que mais tem me inspirado é a questão de gênero e todas as causas relacionadas às mulheres. Eu tenho  realizado alguns trabalhos bem legais dentro destes temas. Além disso, ainda tenho um projeto que é bem focado no sexo e que também tem muito a ver com colocar a mulher em uma posição de controle e de absoluto poder sobre seu corpo. Nesta fase atual, alguns ilustradores que eu vim a conhecer tardiamente me influenciam, especialmente os relacionados ao universo dos quadrinhos eróticos.

E na moda, o que te influencia na hora de criar? 
É ver as pessoas na rua. Eu ando muito por São Paulo e isso me dá a oportunidade de ver os mais diversos tipos de gente. Meu atelier fica na Sé, bem no centro da cidade e ali é um banquete de gente maravilhosa, uma verdadeira festa de cores.

Termo de uso

TERMO DE AUTORIZAÇÃO DO USO E DE PUBLICAÇÃO DE TEXTOS E IMAGENS
Os termos e condições abaixo se referem à utilização dos textos e imagens disponibilizados pelo visitante/usuário ao site da ABOUT SHOES. O visitante/usuário  declara-se apto a participar de interatividades, com o objetivo de contribuir com o envio de material, como fotos, conteúdo, informações, textos, frases, entre outros, e que por iniciativa própria aceita e se responsabiliza pela autoria e originalidade do material enviado ao site de ABOUT SHOES. O visitante também se responsabiliza pela obtenção de autorização de terceiros que eventualmente seja necessária para os fins desejados, respondendo dessa forma por qualquer reivindicação que venha a ser apresentada à ABOUT SHOES, judicial ou extrajudicialmente, em relação aos direitos intelectuais e/ou direitos de imagem, ou ainda por danos morais e/ou materiais, causados a ABOUT SHOES, About Editora ou a terceiros por força da presente autorização. Assim, por ocasião do acesso ao site e do envio de informações e imagens, o visitante/ usuário autoriza e está ciente que o site de ABOUT SHOES, bem como a Revista ABOUT SHOES, poderão utilizar, em caráter irrevogável, irretratável, definitivo, gratuito, seu nome, sua imagem, bem como dos textos enviados, no site e na revista impressa, em fotos, cartazes, filmes e/ou spots, jingles e/ou vinhetas, em qualquer tipo de mídia, peças promocionais e campanhas on-line, para a divulgação do site e do Portal, no Brasil e no exterior, bem como para outros fins que desejar, sem limitação de vezes ou número de vezes, bem como o de autorizar sua utilização por terceiros, no todo ou em parte. Entre os direitos da ABOUT SHOES incluem-se, também, os de adaptação, condensação, resumo, redução, compilação e ampliação dos textos e imagens objeto deste termo. Todas as informações de usuários coletadas pela equipe de ABOUT SHOES são confidenciais, sendo intransferíveis, e somente poderão ser fornecidas a terceiros mediante orientação legal ou a terceiros, devidamente autorizados pela Revista ABOUT SHOES e About Editora. Os termos da autorização do uso e de publicação de textos e imagens entre as partes serão regidos e interpretados de acordo com as Leis da República Federativa do Brasil. O visitante/ usuário concorda expressamente em submeter-se à competência única e exclusiva dos tribunais brasileiros e, em especial, ao Foro da Comarca de Novo Hamburgo, Estado do Rio Grande do Sul, para dirimir quaisquer questões oriundas deste instrumento.

Comente esta matéria

0 comentários

Concordo com o termo de uso.
Veja mais colunas deste autor:

Pop | 23.03.2017 | Juliana Berwig

Double trouble

Icon | 17.03.2016 | Juliana Berwig

Brilho eterno e incontestável

Pop | 15.02.2016 | Juliana Berwig

It`s all about Kanye

Pop | 11.12.2015 | Juliana Berwig

Father John Misty, do fundo do coração

Architecture | 12.02.2015 | Juliana Berwig

Mi casa, su casa, lojas que parecem lares
Assine Lateral 3 - http://www.aboutshoes.com.br/assine
Receba as últimas novidades sobre moda e design.
Copyright © Nove Editora Ltda. Todos os direitos reservados. WT Prime - Conectada à Mudanças